19 agosto 2003

ORAÇÃO BUCÓLICA

Possuir
as águas dos regatos,
as flores dos campos...
sublimar a todos os céus
uma oração bucólica.

Saborear
incensos e cheiros silvestres,
a luz do sol namorando a manhã,
o gnomo do bosque a sorrir só para mim...
sublimar a todos os céus
uma oração bucólica.

Acariciar
os frutos das árvores de ninguém,
a lã das ovelhas de todos os rebanhos do Homem,
as penas dos pássaros que sabem de alguma Liberdade...
sublimar a todos os céus
uma oração bucólica.

Quedar-nos-emos ao bucolismo do mundo.
Queremos reencarnar na matéria desta oração:
no possuir, no saborear, no acariciar.


in UM BAILADO NO CENTRO DA ALMA, ângelo rodrigues, Ed. Minerva, 2002, Lisboa, 88 pp.