13 novembro 2004

POSTAL DE PORTUGAL - QUINTA DAS ALARVIDADES

Pior é impossível! Perdoa-lhes Senhor!

Sem comentários: