14 novembro 2005

DOCE LIBERDADE

Somos todos livres na embriaguês dionisíaca.

Sem comentários: